Notícias

1 27/11/2023 12:39

Amigos do dentista Lucas Maia de Oliveira, 36, que foi encontrado morto em seu apartamento na Avenida Cardeal da Silva, acreditam que o suspeito de cometer o crime ficou hospedado na casa da vítima entre sábado (18) e terça-feira (21). O corpo de Lucas foi encontrado cinco dias depois, no último sábado (25), em estado avançado de decomposição.

Lucas Maia tinha o costume de levar homens para ter encontros em seu apartamento, no Rio Vermelho. Nem sempre eram pessoas conhecidas há muito tempo e, por motivos de segurança, o dentista enviava imagens deles para pessoas próximas. Um amigo próximo a Lucas recebeu a foto do rapaz que ficou hospedado na casa dele no final de semana antes do crime. A foto, no entanto, foi enviada como visualização única e não ficou armazenada no celular.

Na terça-feira (21), Lucas enviou uma mensagem ao amigo contando que o rapaz havia ido embora da sua casa. “Ele conheceu esse cara no sábado (18) e, na terça-feira (21), mandou uma mensagem dizendo: ‘Dispensei. Estou sem paciência’”, conta o amigo, que prestou depoimento na delegacia e preferiu não ser identificado.

Dentista morto em condomínio de luxo teve casa roubada e foi dopado enquanto dava festa em 2022 O homem que passou três noites no apartamento do dentista teria contado que mora em Itapuã e que foi expulso de casa. “A diarista que trabalhava com Lucas viu esse homem na segunda-feira (20) e disse que não foi com a cara dele. Lucas chegou a sair para malhar e deixou o cara no apartamento com ela. Ele não via maldade”, afirma o amigo.
 







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 - A Rádio que você ouve, a rádio que você FAZ!
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.